Loading...

Caros corajosos!

Saudações...sejam bem vindos ao meu humilde casulo que ainda teço!
Se não conseguirem compreender algo... nem tentem mais...até porque tudo o que aqui é mostrado sai da mente de uma pobre borboleta!
GRATA

"Torna-te quem tu és"!

"Torna-te quem tu és"!

segunda-feira, 15 de março de 2010

REDENÇÃO!

A vida é dividida em capítulos...e hoje analisando a minha ,caí no "vale a pena ver de novo"ou melhor lembrar de novo...e tbm sei lá se vale realmente a pena!
Sentada aqui diante de meu computador pensando em um monte de coisas no mesmo instante...decidi então postar aqui um capítulo da minha história...não para exibi-la...mas para me auto-avaliar!!
Pois bem...o assunto de hoje é a minha força...
A algum tempo atrás por motivos emocionais resolvi parar de me alimentar...no início era tudo muito difícil ...as tonturas eram contínuas ...só que mais tarde eu já tinha me acostumado com a falta de comida!!!
Perdi muito peso...aliás mais de 60% do que eu tinha normalmente...virei uma pessoa com apenas "pele e osso"...eu não sorria mais pq eu não tinha mais forças para fechar a boca!Subir degraus então...só com uma bela ajuda de uma parede ou algo do gênero onde eu pudesse me apoiar para que meus braços me levassem a frente...sentia muito frio...eu me trancava no quarto com o som de músicas no volume máximo...me olhava no espelho e não conseguia me reconhecer...realmente eu estava muito mudada!
O tempo foi se arrastando e qualquer alimento que fosse me fazia sentir nojo...durante a noite eu tinha constantes pesadelos onde eu me via diante de muitos alimentos, saciando minha fome presa a meses...acordava aos gritos e só me acalmava quando percebia que nada daquilo era verdade e que eu estava fazia por dentro literalmente!!!
Minha família nessa época quase enlouqueceu...tentavam de todas as maneiras me convencer de que assim eu estava me encaminhando para o meu próprio fim...e talvez isso era o que queria no momento...eles transtornados e muito preocupados por voltas me obrigavam a colocar algo na boca...mas era inútil tbm...pq logo mais tarde eu me escondia e jogava tudo pra fóra...!
Passei mais de semanas sem colocar nem água pra dentro de mim...
Na escola eu era apontada e virei o centro das atenções...todos me criticavam e eu agressivamente revidava ao que diziam...
Perdi muitos "amigos" nesta época...me senti abandonada...e injustiçada tbm!
Quando já era evidente minha decadência meus familiares decidiram então me internar...era a única saída...se não fosse isso eu ia acabar morrendo em casa ou na escola onde eram os únicos lugares que eu frequentava...!
No hospital fui obrigada a fazer o que nunca queria...colocaram agulhas em meu corpo e eu via todo aquele medicamento ser sugado por minha veias grossas e aparentes...!
Saí de lá melhor...e logo fui encaminhada para uma psiquiatra que me receitou muitos remédios caríssimos cujos eu nunca tomei...jogava tudo fóra!
Com as obrigações que me impuseram fui melhorando...!Só que na volta ao mundo real me senti como a vilã da história...todos da escola me olhavam torto e nem se relacionavam mais comigo!!!Era um pesadelo lembrar que tinha que voltar pra sala de aula e encarrar todo aquele ódio que eu via nos olhos dos outros...
Cicatrizes ficaram...pq nem com o passar do tempo aqueles malditos olhares iam se disfazendo...cheguei uma noite em casa do colégio aos berros dizendo que eu nunca mais colocaria os pés lá...pois tudo o que acontecia de errado naquela porcaria era culpa minha...meu cabelo era estanho,minha maquiagem era de gente problemática ou drogada,minhas roupas eram de pessoa anormal...enfim eu era humilhada diariamente ...!
Mais uma vez minha vontade não foi feita e tive que continuar neste lugar que me gerava náuseas...ok...assim foi...só que pra isso tive de passar por mais uma metamorfose...agora quem voltava ao lugar de smpre com aqueles olhos famintos de smpre era outra Vanessa...uma Vanessa que não estava nenhum pouco preocupada com o restante.que não fazia questão de agradar nenhum deles ....e principalmente uma Vanessa que falava o que tinha vontade de falar sem medir qualquer opinião proferida!!!
Virei o jogo mais uma vez...virei centro das atenções não mais por ser a doente ou regeitada...mas por ser dona de sí...opinava em meio a eles com convicção sabendo o que estava falando...me diverti com as bobagens que eu e meus colegas mais simpáticos fazíamos...
Foi uma espécie de REDENÇÃO!!
Aparentemente saí daquele burraco que eu tinha cavado!!!
Como a fênix renasci das cinzas!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário