Loading...

Caros corajosos!

Saudações...sejam bem vindos ao meu humilde casulo que ainda teço!
Se não conseguirem compreender algo... nem tentem mais...até porque tudo o que aqui é mostrado sai da mente de uma pobre borboleta!
GRATA

"Torna-te quem tu és"!

"Torna-te quem tu és"!

domingo, 23 de outubro de 2011

Mais um acontecimento!

Estava mais uma vez, como tantas outras, envolvida pela escuridão, olhando pro céu... olhando para minha volta... foi quando olhei pra debaixo da janela do meu quarto e vi um gato... ele me fitava com seus olhos brilhantes que mais pareciam faróis do que olhos...
Aquele olhar era profundo, cheio de significado... parecia que o bichano queria se comunicar comigo...
...eu o olhava intensamente também... me perguntava o que já nessa vidinha ele já tinha passado, quais são seus medos, seus fantasmas, quantas vezes ficou eufórico, quantas ficou depressivo... me indagava no sentido... quais foram suas perdas? como foram teus dias? tens chorado ou se divertido?
Não sei... mas pude imaginar alguma coisa... neste espaço de tempo ele continuou lá... guardando minha imagem... e eu fechei a janela deixando aquele feixe de luz lá fora...





























quinta-feira, 20 de outubro de 2011

"Nas nuvens"

O via e queria estar perto... desde o início... 
A sensação de passar por isso já tinha se tornado desconhecida, vaga, muito distante... não sabia mais o que era, mas vim a saber...
Meu coração batia descompassado, de fato, a cada aproximação, a cada toque despretensioso... 
E hoje pude provar a mim mesma se o que eu estava sentindo tinha raízes, se era realidade...
Tem raízes, é real... 
As horas passaram voando, mal pude perceber os ponteiros do relógio se movendo... se pudesse ainda estaria lá, de braços entrelaçados.. diria perfeito se perfeição existisse!
Está ótima a situação... o medo me abana mas continuarei a ignora-lo... não posso e nem quero me privar disso...
Encontrei o que queria mas que reprimia nas profundezas do meu ser... 
Se for um sonho, me deixem dormir!...Quero curtir minha "apaixonite" aguda até quando puder!

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Hoje sentada no cordão da calçada observava tudo..., os carros, as pessoas ao longe, os bichinhos... o chão!
Nem percebia o tempo passar, só analisava tudo despreocupadamente.... Foi quando passou na minha frente um caminhão gigante, barulhento e vermelho... vi suas rodas enormes girarem rápido seguindo em frente...
Nesse instante pensei... que poder teria esse veículo diante de uma pobre criatura como eu?! que força meus frágeis ossinhos teriam comparando com aquele monstro passante?!
A resposta é tão lógica, tão comum, tão obviamente óbvia!
Sou um pequeno ser em meio a tudo... um pequeno ser que criou tudo isso e que pode ser engolido pela criação...
Parece estúpido isso mas... nem toda verdade é inteligente!

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Sem criatividade!

Me encorajei de ler tudo que vim escrevendo ao longo de todo esse tempo de existência do "Diário de uma Borboleta"...
Consigo me encontrar nas postagens... engraçado, a gente troca a roupagem mas não o corpo!
O corpo é o de sempre, porque esse tipo de natureza mesmo sendo fácil agredir não se destrói com a mesma facilidade!
Não sei onde estão as roupas velhas mas estou com saudades delas... ainda tirarei o tempo para vasculhar a casa a fim de encontra-las... me satisfaziam, de uma maneira estranha eram bonitas, incomuns e principalmente minhas!
Dessa vez eu volto, e logo... sinto sede de mim mesma e quero me beber!:S