Loading...

Caros corajosos!

Saudações...sejam bem vindos ao meu humilde casulo que ainda teço!
Se não conseguirem compreender algo... nem tentem mais...até porque tudo o que aqui é mostrado sai da mente de uma pobre borboleta!
GRATA

"Torna-te quem tu és"!

"Torna-te quem tu és"!

domingo, 11 de abril de 2010

Dentro de meu peito existe uma ferida escura, vazia e aparentemente cicatrizada ...ferida essa que se construía ao longo de quase duas décadas...ela é discreta quase transparente , só que basta meus olhos abrirem com a invasão perturbadora dos raios dolorosos de sol pela manhã, que ela volta a mostrar a força que possui dentro de sí...como um enorme buraco negro no sistema!
As vezes eu pareço estar dentro desse buraco!Lá dentro eu grito desesperadamente por socorro, rasgo minha pele com minhas próprias unhas, chuto as "paredes", exorcizo meus demônios, danço com meus anjos e glorifico meus males!Nada pode ser tão estranho como isso...não saberia esclarecer com exatidão esse lugar que me abriga ou aprisiona...!
Penso, penso muito...reflito e tento encontrar o que poderia me levar a VIDA...na qual eu acho que nunca estive!Saio desse lugarzinho imaginário e me deparo com minha fria realidade, tão fria quanto meus sentimentos!Olho ...nada vejo...meus caminhos estão escuros...todos eles!Olho pra eles e o que posso ver em meio a névoa são pedras e espinhos!
O que me resta depois disso?
Perseverar ??
Seria hipocrisia de minha parte tentar passar novamente por esses obstáculos propostos a mim...!Ok...pensando assim sentei-me a beira do caminho...esperando o tempo passar e com ele a minha juventude!Continuo nessa espera...a dor me aborda e penetra em meus corpo como lanças e facas afiadas...essas "coisas" não param...continuam cada vez mais, progressivamente me atacando e me exterminando lentamente obrigando-me a viver nessa tortura!
Meu medo é que isso dure demais...minhas mãos estão envoltas por correntes e cordas.Não ...não...me soltem ou me matem de vez...acho que nem eu mereço tudo isso!!!!
Me devolvam o direito ao menos de vagar por aí não só por pensamento...me devolvam o que eu tinha...mesmo que tudo fosse pouco demais, pra mim era o suficiente pra sobreviver!!!PLEASE!

Nenhum comentário:

Postar um comentário