Loading...

Caros corajosos!

Saudações...sejam bem vindos ao meu humilde casulo que ainda teço!
Se não conseguirem compreender algo... nem tentem mais...até porque tudo o que aqui é mostrado sai da mente de uma pobre borboleta!
GRATA

"Torna-te quem tu és"!

"Torna-te quem tu és"!

domingo, 10 de abril de 2011

  
E quantos dias se passaram sem eu olhar para trás,...fingindo não os perceber...
Correndo no infinito para lugar nenhum... seguindo estrelas que eu criei...
Tudo termina, mas tudo o que foi mesmo terminando paira pelo ar dos pensamentos...
A lembrança dos momentos alegres me deixam triste por não ver possibilidades de um replay!
E a gente sobrevive a tudo... almeja novas coisas, projeta uma nova história...porém...o que foi continua sendo o que foi...e não expressar nada que queira dizer sobre datas passadas não significa que esqueci...
No fundo continuo sendo a Vanessa... esse aglomerado de sentimentos que não consegue se definir...
Mesmo invisível sempre estou aqui, sempre estou chorando, sorrindo ou "nem cá nem lá"!
Lembro todos os dias...
Sinto falta todos os dias... fico "surtada" todos os dias ou ainda inerte todos os dias...
Todos os dias tenho vontade de escrever...mas não escrevo!

2 comentários:

  1. Os sentimentos as vezes de tão diversos que temos (isso para os mais sensiveis) entram numa completa pane. É quando chega a hora de parar, pensar, respirar ou mesmo gritar. Que seja tudo expressão de uma alma que luta pela felicidade...voa Vanessa, voa..... o céu não é o limite.

    ResponderExcluir
  2. Olá, comecei a seguir seu blog e fiquei muito feliz clm isso. Você realmente tem devaneios confusos, mas não imcompreensíveis. Nossos blogs tem algo em comum, as borboletas. Eu sempre tive medo delas, por causa da estupenda beleza que na verdade, representa.. velhice. De espirito talvez? Seu curto tempo de vida.. Como fogos de artifício ou estrelas cadentes.. de qualquer forma, vou continuar lendo. Parabéns :D

    ResponderExcluir