Loading...

Caros corajosos!

Saudações...sejam bem vindos ao meu humilde casulo que ainda teço!
Se não conseguirem compreender algo... nem tentem mais...até porque tudo o que aqui é mostrado sai da mente de uma pobre borboleta!
GRATA

"Torna-te quem tu és"!

"Torna-te quem tu és"!

terça-feira, 29 de junho de 2010

Me encontro agora aqui em meu quarto novamente...ouvindo uma música melancólica e lembrando o que fui um dia!
É incrível como as coisas mudam....como a gente muda.
Na minha infância apesar de ser atormentada por medos inexplicáveis, eu era uma criança interativa!Apresentava peças teatrais na escola, cantava músicas italianas na rádio da região, era estudiosa, simpática e amada por todos que me cercavam...
Minha presença era notada...minha falta era sentida!
Passava o intervalo entre as aulas sentada na cadeira do diretor conversando com adultos...estava sempre a espera de coisas novas...pois isso me alimentava!Gostava de todos os meses do ano...era amante da vida mas tinha paixão especial por setembro e dezembro...
Setembro por conter o dia 7, independência do Brasil, onde saíamos pelas ruas marchando à batida da banda municipal ...e pelo dia 20, dia do gaúcho...quando tirava meu vestido de prenda do armário e ia feliz pra aula!
Dezembro...dia 7 por ser meu aniversário...e por também ser o mês do natal e da virada de ano!Mês com grandes motivos para festa!!
Como é bom lembrar as horas que passei sentada no chão brincando com minhas bonecas e costurando novas roupinhas a elas...como é bom lembrar do tempo em que eu e minha melhor amiga saíamos escondidas a fim de devorar um pote de doce de leite inteiro...aaai que alívio eu sentia quando estava nos braços de minha mãe logo depois de ter acordado desesperada em virtude de pesadelos...como aquele colo era seguro e quente...
Como era bom não ter que se preocupar com nada...como era bom poder chorar quando tinha vontade...me expressar com toda a espontaniedade possível...e gargalhar sem medo!
Como era bom ver tudo com inocência e perceber olhares inocentes também...
Hoje porém...busco solidão...prefiro nem mais sonhar e tento ver a pureza nos olhos dos outros ...sempre me frustro ...agora só existe maldade, luxúria,cobiça, egoísmo e orgulho!Tudo é tão cruel...tão diferente...ou talvez tudo tenha sido sempre assim...a menininha é que não via!
Era feliz porque vivia num conto de fadas...e hoje é triste porque foi arrancada de lá...

Um comentário:

  1. Rieccomi a lasciare un salutino augurandoti una buona giornata.
    Gio'

    http://remenberphoto.blogspot.com/

    ResponderExcluir